Regeneração



Na tecnologia Enviroil II, tratam-se óleos usados aos quais numa fase inicial são eliminados as águas e os sedimentos sólidos que se encontram misturados com o mesmo devido a diversas causas, normalmente derivado a acondicionamentos deficientes nos produtores dos mesmos.
Apesar da existência de um pré-tratamento, o óleo usado é sujeito a um processo rigoroso de aceitação. Os parâmetros de controlo da matéria prima incluem, por exemplo:

  • PCB’s – Cloro – Enxofre – Silício – Água – Sedimentos - Teor de cinzas…

Assim, o tratamento é feito de forma a eliminar estes contaminantes, obtendo como produto final Bases de Óleo Regenerado, com viscosidades para classificar os produtos como SN80; SN100; SN150 e SN350.

Numa primeira fase são removidos dois contaminantes:

  • Água;
  • Hidrocarbonetos ligeiros com baixo ponto de ebulição.

Assim, o principal produto é considerado como óleo desidratado que de seguida, é feita a remoção de mais três dos contaminantes:

  • Hidrocarbonetos ligeiros com baixo ponto de ebulição;
  • Hidrocarbonetos ligeiros com características similares a gasóleo;
  • Hidrocarbonetos de longa cadeia e de alto ponto de ebulição (asfalto).

Finalmente, procede-se ao fracionamento do óleo desasfaltado em fracções de Base de Óleo Regenerado:

  • SN80;
  • SN100;
  • SN150;
  • SN350.

Nesta fase do processo, o Óleo Base Regenerado cumpre as especificações do Despacho Conjunto nº 662/2005.
No entanto, o Óleo Base Regenerado é sujeito a um processo de acabamento.

EnviroilContacto

Enviroil (Torres Novas) - Zona Industrial de Cotôas, Lote 3 2350-484 Torres Novas
Telf.: +351 249 822 287 | Fax.: +351 249 822 289

Enviroil (Chamusca) - Eco Parque do Relvão, Rua do Eco Parque, Lote 6 2140-671 Chamusca

EnviroilHorário

Horário de Expediente:
Segunda a Sexta
09h00 às 13h00
14h00 às 18h00